Como estudar para concurso – Seja Aprovado em 2017

Como estudar para concurso – Seja Aprovado em 2017
Rate this post


Parabéns! O simples fato de você ter pesquisado por este tema, interessado em aprender “como estudar para concurso” e ter aberto este artigo já o torna um alguém diferenciado. Cerca de 92% dos internautas costumam utilizar a internet para acessar as redes sociais segundo pesquisa realizada pelo Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República em 2014 e você, está buscando estudar!!!

como estudar para concurso

Os concursos públicos são uma das melhores maneiras de conseguir elevar seu nível social através de meio lícito e louvável – o estudo. Nosso país possui diversas oportunidades de ingresso no serviço público, sendo que todas estas são regidas por meio de concurso público.

Vantagens de ser aprovado em um concurso público

  • Estabilidade: você não precisará ficar com medo de ser mandado embora pois o estado não demite, raríssimas as exceções sendo necessárias várias e recorrentes faltas do servidor para que isso aconteça.
  • Boa remuneração: os salários pagos pela iniciativa pública costumam ser bem atrativos pois o estado tende a valorizar seus funcionários, sendo que os salários dos mesmos são pagos com valore arrecadados com os tributos. Vale ressaltar que os salários sempre são reajustados e todos os direitos do funcionário são assegurados.
  • Benefícios: o serviço público possui uma série de benefício, tais como jornada de trabalho reduzida, flexibilidade para tirar férias, remunerações adicionais ao assumir funções especiais em determinados órgãos públicos entre outras que variam de departamento para departamento.

Interessou-se? Pois todas estas regalias e vantagens podem ser usufruídas também por você! Neste exato minuto, centenas de concursos públicos estão com editais lançados e inscrições abertas em todo o território nacional e todos os cidadãos brasileiros podem se inscrever e pleitear essas tão sonhadas vagas em centenas e até milhares de órgãos municipais, estaduais e federais do nosso Brasil.

Estudando para concurso público – Ponto de Visão

É aqui que realmente tudo começa: você realmente quer ser um servidor público? Se sua resposta for sim prepare-se para estudar muito, se sacrificar bastante agora em prol de um excelente futuro daqui a algum tempo.

Querer uma boa remuneração, estabilidade financeira, vantagens do serviço público TODOS querem, mas apenas aqueles que realmente se empenham e têm esse objetivo claramente delimitado o alcançam. Se você continua lendo este artigo de “Como estudar para  concurso público” esse é o seu caso e já me arrisco sem medo de errar te chamando de VENCEDOR.

como estudar para concurso publico

Abaixo estão alguns pontos chave para que você possa começar a se preparar para esta nobre tarefa que é mudar sua vida através de uma aprovação em concurso público:

  1. Visualize seu objetivo (passar em concurso público)
  2. Escolha uma área de atuação de concurso (tribunal, área fiscal, área policial, empresas prestadoras de serviço, prefeituras, magistraturas)
  3. Escolha o âmbito de abrangência do concurso (municipal, regional, estadual, federal)
  4. Escolha um ou alguns concursos considerando as escolhas anteriores (não foque em apenas um concurso, mas sim em uma área – fazendo assim você poderá pleitear vagas em vários órgãos e estudar basicamente o mesmo conteúdo para quase todas as provas necessitando apenas de pequenas correções nos conhecimentos específicos de cada órgão.
  5. Opte por concursos previstos na LDO (Lei de diretrizes orçamentárias) pois estes com certeza irão ser realizados no ano vigente ou no mais tardar no próximo ano
  6. Não foque em concursos com edital lançado pois você certamente não terá tempo de se preparar adequadamente
  7. Não tenha a ilusão de passar na primeira tentativa – pode acontecer, mas caso não continue a estudar até que chegue a sua vez.
  8. Procure bons sites e materiais adequados para estudar – o material influi muito no processo de aprendizado por isso não seja mesquinho ao adquirir o material didático com qualidade pois sua vaga depende em grande parte deste conteúdo
  9. Estude diariamente
  10. Tenha um cronograma de estudos semanal e faça sempre resumos e revisões periódicas
  11. ..continue….continue….
  12. Faça provas de concursos anteriores da mesmo área e órgão escolhido por você
  13. Certifique-se que A CADA DIA VOCÊ ESTÁ APRENDENDO MAIS – fazendo assim certamente a vaga será sua.

Sobre o Estudo: preparação

 A primeira delas é, comece estudando pelos assuntos mais difíceis ou aqueles que você não domina. Ex.: Se você possui dificuldade em matemática, comece a tentar resolver primeiro as questões matemáticas das apostilas. Muitas pessoas começam pelos assuntos que consideram relativamente fáceis e que tem domínio e acaba dedicando pouco tempo às matérias que mal conhecem.

  • O tempo de estudo é muito importante quando se quer passar em concurso, isso porque ele pode definir sua capacidade de aprendizado. Ou seja, quanto mais estudo melhor, porém vá com calma, estudar é bom, mas sem exageros é preciso descansar e manter intervalos de estudo.
  • Muitos especialistas recomendam que o tempo ideal de estudo seja de 4h por dia. Mas isso também irá depender de você, se durante a semana você só pode estudar até 3h, é só compensar o restante do tempo de estudo no final de semana.
  • Divida as matérias a serem estudadas. Do tempo de estudo que você possui reserve metade dele para um determinado assunto e o restante para outro assunto, assim você não ficará sobrecarregado.
  • Procure resolver questões já utilizadas nos concursos anteriores. Além disso, busque responder também questões que saíram em concursos diferentes, mas que tenham sido feitos pela mesma empresa de concursos, isso ajuda você a entender o modelo de prova utilizado pelas empresas que aplicam as provas do concurso.
  • Quando estiver próximo da data do concurso dedique mais tempo aos estudos.
  • Escolha um ambiente tranquilo para estudar, as bibliotecas públicas são um ótimo local.

Como colocar em prática?como passar em concurso publico

  • Para começar, encare uma boa dose de disciplina. Percebeu que entrou no Face no automático? Saia de lá antes de começar a ler alguma coisa.
  • Mantenha poucas abas abertas em seu navegador. Com muitas abas, você perde com facilidade o foco no que está fazendo! Aqui no Esquemaria eu trouxe o botão de leitura focada exatamente porque sei que os elementos nos sites atrapalham a produtividade.
  • Use apps para as redes sociais não te atrapalharem mais. As redes podem te ajudar a estudar (os grupos do Facebook geralmente ajudam muito), mas não vá pelo caminho errado. O app para Google Chrome chamado News Feed Eradicator troca as mensagens inúteis do seu feed de notícias por uma frase de inspiração.
  • Não necessariamente para redes sociais, mas para a internet em geral: você pode salvar textos que você achou interessantes para depois com um outro plugin bacana – o Save to Pocket. Funciona assim: você vê o artigo bacana e clica no botão “Save to Pocket”. Depois, quando for o momento de ler os artigos mais legais, você dá um pulinho lá no plugin que ele te libera os textos. Massa, né?

Veja Também Concurseiros Unidos

Dicas para um estudo proveitoso..

dicas como estudar para concurso

  • Divida seu tempo de estudo entre leituras, exercícios e revisões – organização depende de prática
  • Para ser bem-sucedido em todas as provas, divida seu tempo entre leituras da matéria, realização de exercícios e revisões do que já foi lido anteriormente.
  • Assim, você adquire mais organização para estudar, enquanto pratica com os simulados de provas e ainda revê aquilo já aprendeu.
  • De acordo com a Teoria 10 – 20 – 70, 10% do que você aprende está relacionado à teoria pura. 20% está relacionado com aquilo que você compartilha com os outros (o famoso aprender ensinando, motivo pelo qual as redes sociais podem ser importantes para seus estudos). Os outros 70% estão relacionados com a prática.

Como estudar para concurso público – TOP 11 Erros Fatais

erros fatais estudar para concurso

1. Falta de estratégia

Imagine uma partida de voleibol. Sem organização e estratégia, a vitória vira um fator de sorte ou depende de um lampejo de talento individual. E isso não existe quando a “competição” é um concurso público, afirma João Mendes, coordenador do curso Ênfase.

“Ninguém passa por sorte. Deve haver organização, disciplina, estudo estratégico do que mais cai em prova”, diz Mendes.

2. Estudar nervoso ou ansioso

“Nervosismo e ansiedade são inimigos silenciosos e cruéis”, diz o professor João Mendes. Na hora da prova, estes sentimentos podem desestabilizar dramaticamente o candidato.

E, no momento da preparação são os grandes vilões da concentração e comprometem toda a produtividade do concurseiro.

3. Não desvendar o estilo da banca

Cada banca examinadora tem seus “fantasmas”. Ignorar que existam estilos e orientações diferentes entre elas é um erro, segundo João Mendes.

“O concurseiro deve saber o que a banca mais cobra, o que mais gosta e onde normalmente coloca a casca de banana”, diz ele.

4. Exagerar na maratona de estudos

“A mente funciona como os músculos. Precisa de estímulos diários. Mas não adianta tentar estudar todo o conteúdo programático de um concurso em um só dia”, diz Gladstone Felippo, especialista em concursos.

De acordo com ele submeter-se a uma rotina exaustiva de estudos pode deixar a pessoa tão cansada que, no dia seguinte, não conseguirá ler uma só linha. “E esse cansaço poderá permanecer por dias”, diz Felippo.

5. Ignorar sinais do corpo de que é hora de parar

A perda de tempo é grande quando o estudante tenta ultrapassar seus limites, forçando uma concentração que não é mais possível.
“Ultrapassar os limites pode causar desânimo e aquela sensação de estudar muito e não saber nada”, Felippo.

Segundo o especialista, o concurseiro deve ler até o momento em que a mente ainda consegue absorver o conteúdo. “Na hora em que os olhos começarem a passar direto pelas linhas, pare e recomece no dia seguinte”, diz Felippo.

Uma dica interessante, segundo ele, é fazer uma pausa de 15 a 20 minutos a cada 1 hora de estudos. “Candidato que não descansa está fadado a ser seu próprio algoz”, concorda Lilian Furtado, coordenadora do site Gabarita Português.

Jargões como “dormir é para os fracos” ou “concurseiro não dorme” são, na verdade, contraproducentes.“Uma boa noite de sono é fundamental para o rendimento. Não há como o desempenho não ser afetado, se o concurseiro está dormindo apenas quatro horas por dia”, diz Emerson Castelo Branco, professor do curso online do site Agora Eu Passo.

6. Estudar com anotações de outras pessoas ou material inadequado

Apostilas e cadernos com anotações pessoais são muito particulares, na opinião de Felippo.

“A leitura de material com observações erradas podem conduzir a erro na hora da prova, ou desestabilizar o candidato por achar que há algo errado no que leu”, diz Felippo.

“É de suma importância ter materiais e aulas de qualidade, que estejam de acordo com tudo o que vem acontecendo em relação à matéria e à forma como a banca trabalha o assunto”, diz Lilian Furtado, coordenadora do site Gabarita Português.

7. Dedicar-se a concursos de linhas diferentes ao mesmo tempo

Áreas fiscais, tribunais, carreiras policiais. Não é estratégico abraçar o mundo dos concursos públicos de uma só vez.

De acordo com Felippo, o risco corre é alto para o concurseiro que “atira para todos os lados”. “Ele pode acabar sendo reprovado em todos porque se desviou do planejamento”, diz.

“Candidato sem ‘norte’ é candidato perdido e, consequentemente, o concurso será perdido”, diz Lilian Furtado, coordenadora do curso online Gabarita Português.

8. Não “estudar” o edital

“Não ler o edital é o maior, e mais primário erro de qualquer pessoa que queira se dedicar a uma carreira pública”, diz Sergio Camargo, professor e advogado especializado em concursos.

9. Fugir do conteúdo programático do concurso

“Outro dia, presenciei uma aluna estudando História do Direito Penal para determinado concurso. Perguntei-lhe porque estava estudando essa matéria. Ela me respondeu que um professor disse que era muito importante. Eu peguei o edital e expliquei que a matéria não estava no edital. Dei-lhe uma bronca! Tempo vale ouro”, conta Emerson Castelo Branco, professor do curso online Agora Eu Passo.

Ler mais do que o necessário, investir tempo em material complementar recomendado pode significar perda de tempo precioso de estudo do conteúdo programático previsto no edital. “Concentre-se no programa do concurso” também recomenda Felippo.

10. Falta de equilíbrio entre as disciplinas

A medida do equilíbrio no estudo das diferentes disciplinas é a preparação do concurseiro. Segundo Felippo, é melhor dedicar mais tempo às matérias em que há menos domínio, e, não, o contrário.

“Estudar muito uma só matéria vai te fazer gabaritá-la, mas certamente não irá classifica-lo. É preferível saber pouco de muito, a muito de pouco”, diz o especialista.

11. Estudar na véspera do concurso

Recorrer a livros e apostilas faltando horas para o concurso gera mais estresse do que aprendizado, segundo Sergio Camargo, professor e advogado especializado em concursos.

“Véspera e dia de prova é para o candidato relaxar, ir ao cinema, preparar-se mentalmente para a avaliação que está prestes a fazer, de maneira serena”, recomenda o especialista.

Basicamente é isso galera. O caminho é difícil, mas sempre que bater aquela tristeza e desânimo lembre-se: sua vida mudará ao ingressar na tão sonhada vaga e ninguém poderá tirá-la de você se sua determinação for absoluta. Só depende de você VENCEDOR!

Voltar para Concurso Publico.

 

 

4 pensamentos em “Como estudar para concurso – Seja Aprovado em 2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *